Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Sema lança o aplicativo Invasoras RS

Publicação:

Aplicativo Invasoras RS
Aplicativo Invasoras RS

A Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) lança hoje (21) o aplicativo Invasoras RS, que permite o registro de avistamento de espécies exóticas invasoras, como o javali. O objetivo é reunir e sistematizar informações sobre a ocorrência de espécies exóticas invasoras em território gaúcho. Desta forma, qualquer cidadão poderá colaborar com os órgãos estaduais com informações que serão utilizadas na formulação de políticas públicas para direcionamento de ações de monitoramento, detecção precoce e controle destas espécies.

A diretora do Departamento de Biodiversidade da Sema Liana Barbizan Tissiani explica que as espécies exóticas invasoras causam enormes prejuízos à economia, à biodiversidade e aos ecossistemas naturais, além dos riscos à saúde humana. São consideradas uma das principais causas de perda de biodiversidade, atrás apenas da degradação de habitats. “A Sema reconhece o javali como espécie exótica invasora e proíbe qualquer forma de criação e manutenção destes animais na natureza”.

A Secretaria lançará na próxima semana o Plano Estadual para Controle do Javali do Estado, elaborado a partir das diretrizes contidas no Plano Nacional de Prevenção, Controle do Monitoramento do Javali. Entre os objetivos do Plano estão a prevenção da expansão geográfica do javali no RS e a sua reinvasão em áreas onde exista o controle da espécie, monitorar a abundância, distribuição e condição sanitária das populações de javalis, seus impactos socioeconômicos e ambientais e manter a sociedade informada e sensibilizada sobre os riscos representados pelos javalis e as ações necessárias para prevenção, controle e monitoramento.

Aplicativo

Neste primeiro módulo está disponível o registro de avistamentos de javali e cervo axis, além da possibilidade de registro de abates de javali por controladores autorizados. É um aplicativo gratuito para tablets e smartphones com sistema operacional Android a partir da versão 5.0.

Veja como usar:

Faça o download do aplicativo Invasoras RS no Google Play Store do seu smartphone ou tablet. Cadastre um email e senha para enviar os registros. O cadastro pode ser feito para os perfis de colaborador (qualquer pessoa física) ou controlador (pessoa física habilitada para o controle populacional, desde que possua nº do Cadastro Técnico Federal (CTF) do Ibama para esta finalidade).

Como colaborador na opção “Registrar Avistamento” você selecionará a espécie avistada, poderá indicar o município ou optar que o sistema obtenha a sua posição geográfica automaticamente, bem como a data do avistamento, registrar se está avistando o animal ou vestígios, a quantidade e, quando couber, o dano causado (à lavoura, à pecuária, ao ambiente).

O aplicativo funciona em modo off-line, assim o registro ficará salvo no dispositivo na opção “meus registros” e o usuário poderá enviá-lo posteriormente, usando a internet do celular ou aguardar e enviar de outro local com wi-fi.

Para o perfil controlador, é possível registrar abates. Neste caso, além das informações da data e localização, serão solicitadas informações sobre o sexo e número dos indivíduos. Se a pessoa for um controlador autorizado, deve cadastrar-se apenas como controlador. Com este perfil, além da opção de registrar abate, poderá também informar avistamentos.

Sema - Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura