Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Sapiranga conta com nova Unidade de Conservação de uso sustentável

Publicação:

Design sem nome (2)
Design sem nome (2)

A Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) concluiu o processo de cadastramento da Área de Relevante Interesse Ecológico do Morro Ferrabraz, no Sistema Estadual de Unidades de Conservação (SEUC). Com a finalização do processo, o Rio Grande do Sul passa a contar, agora, com 29 Unidades de Conservação municipais registradas no sistema estadual, sendo oito delas de uso sustentável.

Localizada nos contrafortes do Morro Ferrabraz, no município de Sapiranga, a ARIE do Morro Ferrabraz possui uma área de 5.761 hectares inserida na Zona Núcleo da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica no Rio Grande do Sul. O histórico de conservação da área iniciou-se em 1987 com o reconhecimento da importância biológica e histórico-cultural da região, aonde na segunda metade do século 19 foi palco da batalha dos Mückers e que ainda protege exemplares importantes da fauna e flora local, como o bugio-ruivo e a araucária. Contudo, só em 2016 com promulgação da lei de criação da ARIE e no ano seguinte com delimitação da área, que se garantiu a adequada proteção dessa importante região do Estado.

O coordenador do SEUC, Daniel Vilasboas Slomp, salienta que as áreas de uso sustentável são importantes por permitirem a exploração do ambiente garantindo a manutenção dos processos ecológicos e da biodiversidade de maneira economicamente viável. O técnico destaca ainda que estão asseguradas as atividades de ecoturismo como a prática de voo livre e o uso dos balneários. "A região dos Contrafortes do Ferrabraz possui características naturais extraordinárias e a validação dessa área como Unidade de Conservação busca garantir a manutenção da paisagem e das florestas nativas com o uso consciente dos recursos naturais pelas comunidades locais. Além da área se caracterizar como um importante sítio histórico da colonização do Estado com usos tradicionais que devem ser preservados".

Sistema Estadual de Unidades de Conservação

A Sema é responsável pela coordenação do sistema que reúne todas as Unidades de Conservação do RS. É o órgão que recebe a demanda, avalia a situação e autoriza o cadastramento de novas áreas protegidas. Os municípios que possuem UCs devem encaminhar pedido de validação junto à Sema. A partir do cadastramento, o município recebe apoio técnico na implementação da Unidade de Conservação, fica apto a receber repasses do ICMS Ecológico Estadual, de compensação ambiental, ter acesso a recursos de fundos de meio ambiente e editais com fins ambientais.

Sema - Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável